Categoria: Lifestyle (Página 1 de 3)

Brasileiras são as que mais esquecem de tomar pílula anticoncepcional, aponta pesquisa

De acordo com o estudo, as brasileiras são as que mais esquecem de tomar a pílula anticoncepcional. Enquanto a média mundial ficou em torno de 39%, no Brasil, 58% delas apontaram esquecimento pelo menos uma vez no último mês, seguidas das norte-americanas (54%) e das irlandesas e belgas (ambas 42%). Considerando o último ano, a taxa de esquecimento sobe para 89% entre as brasileiras.

Multitarefa é um adjetivo que define bem os millennials – geração composta por jovens adultos na faixa entre os 20 e 35 anos. A capacidade de fazer várias coisas ao mesmo tempo e ter conhecimento sobre os mais variados assuntos faz com que esses jovens estejam sempre antenados e por dentro de tudo o que acontece. No entanto, tanta informação somada à uma quantidade ilimitada de tarefas está fazendo com que esses jovens se estressem cada vez mais. No caso das mulheres, o estresse tem sido causa de esquecimento frequente de atividades comuns do dia a dia.

No Brasil, mais de 16 milhões de mulheres se encontram na faixa entre 20 e 29 anos, o que representa 16,2% da população total, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2016). A pesquisa apontou que boa parte delas esquece regularmente de fazer atividades cotidianas. Entre as ações mais esquecidas estão tomar a pílula anticoncepcional (58%), remover a maquiagem antes de dormir (20%) e levar consigo chaves, carteira e celular (10%). Elas atribuem isso a uma tendência em ser esquecida (39%), ter alguma preocupação (30%) e mudanças na rotina (13%).  É o que aponta a pesquisa global “Millennials e Contracepção – Por que nos esquecemos?”, realizada pela Bayer em vários países e que contou, no Brasil, com apoio do Departamento de Ginecologia da Escola Paulista de Medicina da UNIFESP. O estudo teve como objetivo chamar atenção para o Dia Mundial da Prevenção da Gravidez Não Planejado (26 de setembro), celebrado essa semana.

O estudo explorou como a memória das mulheres millennials pode ser impactada pelo estresse, levando em consideração as mudanças no estilo de vida delas em um curto espaço de tempo e a influência disso em suas atividades e hábitos diários. A pesquisa foi conduzida em nove países (Alemanha, Bélgica, Brasil, Espanha, Estados Unidos, França, Irlanda, Itália e México) com mulheres entre 21 e 29 anos, que fazem uso de pílulas anticoncepcionais.

Brasileiras – Por que elas esquecem?

Em relação à pílula, os principais motivos apontados para o esquecimento são não tomá-la todo dia no mesmo horário (32%), não deixá-la em lugar visível (21%), estresse no trabalho ou nos estudos (20%) e agenda cheia (17%).

Outro aspecto sensível é que seis em cada dez brasileiras (58%) não tomam a pílula no mesmo horário todos os dias. Quase 40% delas não considera necessário esse cuidado. “A pesquisa mostrou que mulheres que não têm o costume de tomar a pílula todos os dias no mesmo horário tendem a esquecê-la. Ou seja, manter uma rotina contribui para o não esquecimento. Além disso, algumas pílulas, por terem baixa dosagem hormonal, devem ser ministradas sempre no mesmo horário para garantir a eficácia. De acordo com o Estudo Coraliance, realizado na França, as pílulas, quando tomadas diariamente e sem pausa, ajudam a melhorar a adesão por não haver quebra na rotina das mulheres. É importante lembrar que a continuidade do uso também traz benefícios adicionais como a redução do sangramento, a melhora da acne e dos sintomas da TPM”, afirma Dr. Afonso Nazário, ginecologista e Professor Livre-Docente do Departamento de Ginecologia da UNIFESP.

Estresse, agenda atribulada, mudanças. Segundo as participantes da pesquisa, essa rotina influencia o esquecimento do uso correto do contraceptivo – 64% das brasileiras são mais propensas a esquecer a pílula quando estão preocupadas. Esse fato gera um outro comportamento também apontado pela pesquisa: dessas mulheres, 74% já consideraram métodos contraceptivos que não precisam ser tomados diariamente.

Desde 2014, a Academia Americana de Pediatria juntamente com o Colégio Americano de Ginecologia e Obstetrícia recomenda o uso de métodos contraceptivos reversíveis de longa duração para todas as mulheres. O objetivo vai além de evitar a gravidez não planejada, mas também adentra aos impactos sociais, econômicos e na saúde pública que uma gestação não planejada pode acarretar.

“Uma gravidez não planejada entre adolescentes tem consequências negativas para as jovens, suas famílias e também para a sociedade. O planejamento reprodutivo voluntário é um dos maiores avanços do último século em saúde pública e um dos investimentos mais custo-efetivos que um país pode realizar para o bem das próximas gerações”, ressalta Marta Finotti, ginecologista, membro da Comissão Nacional Especializada em Anticoncepção da FEBRASGO.

No Brasil, o contraceptivo mais utilizado depois da pílula anticoncepcional é o dispositivo intrauterino, mais conhecido como DIU, de acordo com dados da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde da Criança e da Mulher (PNDS). O DIU oferece a durabilidade de até 5 anos no caso do hormonal e de 10 anos no de cobre, e ambos possuem índice baixo de falha – entre 0,2% e 0,8%.

Os métodos contraceptivos reversíveis de longa duração são recomendados como opções de primeira linha para evitar a gravidez não planejada na adolescência, já que oferecem alta segurança e eficácia contraceptiva, não dependem da disciplina da mulher e podem ser interrompidos a qualquer momento, caso haja o desejo de ser mãe.

“Um ponto fundamental a ser ressaltado é que a escolha do método contraceptivo, seja ele qual for, deve ser feita com a orientação do ginecologista, para avaliar o método que melhor se adequa ao dia a dia e as necessidades da paciente, respeitando sempre as contraindicações e as possíveis restrições ao uso”, conclui a Dra. Finotti.

Contracepção X Prevenção

Um dado preocupante da pesquisa aponta que, em todos os países, as mulheres abandonam o uso do preservativo (camisinha) quando utilizam a pílula como método anticoncepcional e essa tendência aumenta com a idade. No início da segunda década de vida, apenas 17% delas combina os dois métodos, já no final, esse percentual cai ainda mais, alcançando 11%.

As brasileiras estão entre as que menos utilizam o preservativo quando adotam a pílula, apenas 6% delas combinam os métodos. Ficam atrás somente das irlandesas (5%). As americanas são as que mais combinam contracepção com prevenção; 29% delas usam preservativo mesmo tomando anticoncepcional.

Levando em consideração que a maior concentração dos casos de AIDS no Brasil está na faixa entre 25 e 39 anos para ambos os sexos (53,6% entre eles e 49,8% entre elas), segundo o Ministério da Saúde, esse dado da pesquisa mostra a sensibilidade do tema e a necessidade de uma maior conscientização para a prevenção de DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis).

Dia Internacional da Mulher Indígena

Brasil. Um país com tanta diversidade, tantas ramificações, mas…. Como surgiu tudo isso??
Hoje não é um dia para contar história, mas sim voltar um pouco, parar e pensar.

Dia 5 de Setembro é comemorado o Dia Internacional  da Mulher Indígena, um dia de agradece-las, mas principalmente, refletir. Todos que estudaram a história do nosso país, deve se lembrar de quando o Brasil foi colonizado por Portugal, os índios já abrigavam nosso território e foram obrigados a trabalhar e aprender a cultura dos portugueses, porém, a cultura indígena era predominante, mas considerada pelo “Homem Branco” muitas vezes errada.

Resultado de imagem para indigena 700x300

(Foto: Reprodução)

Essa data foi escolhida em homenagem a Bartolina Sisa, que foi esquartejada durante a rebelião anticolonial de Túpaj Katari, no Peru. Assim como ela, as mulheres indígenas sempre foram muito guerreiras, exercendo um papel muito importante para toda a cultura brasileira e muitas delas foram silenciadas. Elas são nossa origem, são nossa história, e devemos sempre nos lembrar que existem tribos indígenas e que precisam ser ouvidas, pois elas foram o começo de tudo.

Então nesse dia, vamos nos lembrar de cada uma dessas mulheres que sofreram, que levantaram suas vozes para fazer do mundo um lugar melhor e que infelizmente foram humilhadas, caladas e até mortas. Elas foram o principio, e devemos nos lembrar desse dia não como um dia triste, mas um dia de vitória, um dia de luta das mulheres, um dia da cultura brasileira.

A maestrina Kelley Scheleski fala da carreira e de seus looks

Ao ganhar seu primeiro presente de Natal, um piano aos 4 anos, foi ganhando Kelley Scheleski a se tornar maestrina. A música sempre esteve presente em sua vida. Mesmo se mudando para Campo Mourão, no Paraná, sua paixão e sonho estão a caminho de ser um grande sucesso reconhecido.

Desta vez, a entrevista tem duas partes: a primeira sobre a carreira de Scheleski e seguda parte sobre o belo gosto por roupas.

Confira  abaixo, o bate-papo que a Garota da Cidade teve com Kelley:

 

GC: Como percebeu que a música tornaria sua profissão?

KS: Bem, aos 4 anos de idade pedi um pianinho de brinquedo como presente de Natal. Ganhei e tocava várias musiquinhas ali repetitivamente até os seis quando pedi pra fazer aulas e por já saber ler a professora me aceitou. Mas me bati profissionalmente achando que queria ser Engenheira Civil. Quando tirei zero num trabalho de Fundamentos de Hidráulica no colégio, vi que aquilo não era pra mim. Mas música profissionalmente nem imaginava. Era meu prazer e só. Até ver o Maestro Donaldo regendo os Cantores da Liberdade e pensar: é isso que eu quero. Fui atrás de aula particular de regência com ele e ele mesmo me encaminhou a fazer a Faculdade de música.

 

GC: Qual é o seu papel como regente da orquestra da igreja?

KS: Hoje especificamente não tenho uma orquestra onde sou ministra. Dirijo as equipes de louvor e temos um Coro que se prepara para o Natal e Páscoa. Os músicos são convidados. Temos projetos de ensino de cordas e metal para crianças para que futuramente venhamos a ter nossa orquestra.

 

13590403_1066879966694233_2536680912462340332_n

Ter sua própria orquestra é um dos planos futuros de Kelley.

 

GC: Como é o cotidiano da orquestra?

KS: As experiências que tive, foram num projeto de ensino de cordas a estudantes da rede pública de ensono que começavam do zero. Era emocionante ver o progresso e em 2 anos fizemos nossa primeira cantata com Coro e orquestra. Deu muito trabalho mas foi recompensador para mim e para os professores. Num modo mais profissional é fantástico mas também muito trabalhoso, pois músicos são pessoas dedicadas mas que se acostumam a estudar e executar sozinhos seus instrumentos, quando temos então a reunião de diversas personalidades numa orquestra a dificuldade não é musical e sim a de administrar egos. O mesmo acontece em bandas e coros profissionais.

 

GC: Você dá aulas coletivas ou individuais?

KS: Coletivas e individuais. Coletivas de técnica vocal, flauta doce e prática de banda. Particulares de canto, piano, teclado e regência.

 

13118868_1027588560623374_295006141787250963_n

Kelley na Igreja Batista de Campo Mourão (PR).

 

GC: Qual é o retorno, tanto profissional, quanto pessoal que você sente ao ensinar música para as pessoas?

KS: É algo que não tem preço. A música para mim é uma perfeita criação de Deus para o homem, e disponibilizá-la a todos é o que mais me atrai. Não sou nem elitista nem purista quando se trata do ensino musical Acho que ninguém deveria ser privado ao acesso da música.

 

GC: Tem algum planos ou projeto futuro?

KS: Ter uma orquestra em meu ministério novamente.

 

GC: Como consegue driblar a carreira com a família?

KS: Não consigo (risos).

 

Como já havia falado, a seguir terá a segunda parte da entrevista sobre os looks de Kelley:

 

GC: Vi que você gosta bastante de postar fotos com seus looks do dia-a-dia. Você sempre gostou em compor os looks?

KS: Bem, sempre gostei. Usava roupa emprestada do meu pai na adolescência, como coletes, camisas com saias, blazers com vestidos, também terninhos quando nem existiam os femininos (risos).

Depois veio o casamente e isso ficou em segundo plano. Após o divórcio, retornei um pouco esse desbravamento de looks. Nunca fui muito presa á moda.

 

12924416_1009442829104614_3593730226576265132_n

O que importa é se sentir bem!

 

 

GC: Qual peça do guarda-roupa que você mais gosta de vestir?

KS: Vestidos. Com eles estamos prontas e linda rapidamente.

 

12805941_990812164301014_6836198604506787491_n

Vestido é a peça que Kelley adora usar.

 

GC: Você troca as roupas com suas filhas?

KS: Troco sim.

 

GC: Tem alguma dica de moda?

KS: Sinta-se bem com aquilo que você tem.

É dia do Rock bebê!

O mês de julho é marcado pelo dia mundial do Rock, sendo comemorado em 13 de julho, data na qual foi realizada e idealizada em 1985 com um megaevento “Live Aid”, que reuniu diversos nomes da música.  Hoje o dia do rock é comemorado e relembrado a cada dia.

São diversos os lugares no mundo que fãs do Rock n’ roll podem visitar para desfrutar de histórias, músicas e muito estilo.

Galeria do Rock

514c44e054f4d55d9ab2ff9679605c0c

O espaço localizado no centro de São Paulo virou encontro de fãs do rock. Espaço criado em meados de 1970 e já recebeu diversas presenças ilustres que marcou data, como: vocalista do Iron Maiden, e Kurt Cobain,  vocalista do Nirvana. A galeria do Rock, também ganhou lugar no livro dos recordes “guines book”, na qual apontou o espaço como lugar de maior concentração dedicado ao rock.

Graceland: casa de Elvis Presley

470bd8ca1675ea9237f88a3496e26103

Juntamente com o seu rockabilly e seu rebolado frenético,Elvis Presley, ou como era conhecido: o rei do pop, fez muito sucesso no universo do rock. Mesmo com a sua morte, o artista não deixa de ser lembrado e, para relembrar sua trajetória, sua casa Graceland foi mantida e hoje é livre para visitação. A mansão de Elvis Presley, na qual tem se tornado um santuário em memória do cantor é localizada em Memphis, nos Estados Unidos, é visitada diariamente por diversos turistas e celebridades. O local conta com objetos pessoais de Presley e móveis de alto padrão.

Rock in Rio

017b4d9d2050f045c6a12c5e877782f7

Localizado no Rio de Janeiro, no Brasil–É um espaço idealizado no bairro de Jacarepaguá, que conta com 250 mil metros quadrados e é um dos lugares que mais recebe turistas em dias de celebração.

Foi palco de grandes nomes da música internacional, como: Guns N’ Roses, AC / DC e Iron Maiden, e também estrelas nacionais: Kid abelha, Paralamas do sucesso e Barão vermelho. O Rock in Rio é um festival que envolve diferentes estilos e faz história a cada ano, isso desde 1985.

Hard Rock café

efe9b4527f02bf58907cf32194c497ee

A rede de café está presente em mais de 50 países, a mesma conta com um dos maiores acervos de fotos de Rock and Roll do mundo.  As cafeterias são famosas simplesmente pela decoração que chama bastante atenção, pois ela é voltada aos fãs do rock. O item mais famoso em uma das lojas é de papel com a letra “help”, escrita a mão por John Lennon.

Abbey Road

6055a4e10cba5456b82f03c549fbd156

O local não é uma galeria, nem um museu e muito menos uma cafeteria, mas é conhecido por estampar uma das principais capas dos maiores cantores da música Rock do mundo. The Beatles, banda inglesa que faz sucesso até os dias de hoje, estampou na capa do álbum Abbey Road, a imagem dos cinco integrantes caminhando na rua. Hoje, fãs e turistas do mundo todo não deixa de passar no local e imitar a pose dos garotos de Liverpool.

Descobrindo São Paulo

São Paulo, terra da garoa, a cidade que não para, principal centro financeiro do Brasil e a cidade mais populosa do país. A capital apresenta todo o tipo de entretenimento possível para todas as idades e gêneros. Gente do mundo todo vem para cá em busca de novas oportunidades e conquistas. Rosa Ferreira, cearense, é exemplo disso.

“Morava na casa do meu tio e trabalhava como doméstica aos 16 anos, aos poucos fui me estabelecendo e trazendo as minhas outras irmãs”

Rosa  veio para São Paulo em 1985, quando tudo já estava bem estabelecido. A vendedora veio em busca de uma vida melhor. “Morava na casa do meu tio e trabalhava como doméstica aos 16 anos, aos poucos fui me estabelecendo e trazendo as minhas outras irmãs”. Concluiu.
O diferencial de São Paulo está nas diversas culturas, tradições e variedades que a cidade apresenta. Já conhece a cidade?

Pontos turísticos:

  • Museus

São Paulo é representado por muita cultura, uma das formas de conhecer amplas tradições e diversidades é conhecendo os melhores museus.

Tomie Ohtake

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

 

Museu da imagem e do som (MIS)

84c393e27b5296e2bdacafd1d4e602c5

(Foto: Reprodução)

 

Museu de arte de São Paulo (MASP)

c0db509a580b824eb6c77c7f1cb24025

(Foto: Reprodução)

 

  • Parques

Para quem gosta de natureza, esporte e lazer, a boa ideia é aproveitar os parques mais famosos.

Parque Ibirapuera

3da0043c8e4e12c7b857a65a65b4a85c

(Foto: Reprodução)

Parque Villa Lobos

af0fd13f6f1072709564d488b3d0e5a9

(Foto: Reprodução)

 

  • Vista da cidade

São Paulo é conhecida pelos seus prédios, e, a melhor maneira de se ter uma vista perfeita, é visitar os maiores edifícios da região.

Edifício Itália

50bf050d739386298bf4c695488a5cc4

(Foto:Reprodução)

Edifício Martinelli

4a812983a27853e64885b7bd119d8151

(Foto: Reprodução)

Banespa

117365017_801db63df0

(Foto: Reprodução)

 

  • Compras

25 de março

Como o município é o centro financeiro, não podemos esquecer de falar das compras. Milhares de pessoas passam por lá todos os dias a procura de novidades. A “25 de março” é exemplo, é conhecida como o maior comércio da América Latina.

5d0521df66b120dd5aef7965bf04efa6

(Foto: Reprodução)

Liberdade

O bairro japonês reúne cultura e tradição dos imigrantes que se instalaram na região. Comidas, roupas, religião, decoração e costumes japa no meio de Sp.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

 

  • Vida Noturna

Av. Paulista

Para quem quer aproveitar a vida noturna da melhor forma, São Paulo apresenta os mais diversos bares, pubs, restaurantes e baladas. A Avenida Paulista é o lugar que reúne as melhores opções que São Paulo pode oferecer.

99d270a63d5dc2042a8c9b58b0ead34b

(Foto: Reprodução)

 

 

 

Nada de ficar sem aproveitar

O inverno chegou, e existe algo melhor que um bom chocolate quente, um fondue, e uma lareira bem aquecida?
Há quem pense que no inverno não dá para se fazer nada, mas pelo contrário, existe diversas atividades e roteiros para curtir o clima da melhor forma.

No Brasil, o inverno chegou com tudo em vários estados, basta apenas escolher o seu destino e aproveitá-lo.

Campos do Jordão- SP

1a0b492fef2f6279cb172d4986419bfe

Para aproveitar o clima, Campos do Jordão é com certeza uma das cidades do interior de São Paulo mais famosas. Viajar no verão não será a mesma coisa do que viajar no inverno, afinal, a cidade é conhecida pelo clima frio, comidas típicas e pontos turísticos que ficam mais bonitos, pensando nisso, entre os meses de junho e julho acontecem todos os anos o festival de inverno.

Gramado – RS

c93ec648cf41a3747c044d5d0604936c

Gramado com certeza não pode ficar de fora da lista, afinal, é um dos destinos mais famosos do Brasil. A região faz muito sucesso no inverno e suas ruas são repletas de chalés, restaurantes e fabricas de chocolates.

Urubici- SC

fa755a0948ee385de50f7eda7344e65d

Para quem é fã do clima, não pode deixar de conhecer a cidade Urubici, localizado em Santa Catarina.
O local é uma das regiões mais frias, podendo chegar em temperaturas a baixo de 0 graus. Com a baixa temperatura a região é conhecida por proporcionar nos meses de junho a agosto uma grande probabilidade de neve, o que chama atenção de muitos turistas.

Valle do nevado- Chile

e5c6aba4b39ac5f2229bbb2689decf01

Caso opte por uma viagem fora do Brasil, uma boa escolha para as férias, é visitar o Chile, principalmente o Valle do Nevado, para quem é fã de altas aventuras.
O Valle fica localizado na região das Cordilheiras dos Andes. É um centro de esqui com os mais repletos resorts que fazem sucesso principalmente nos meses de inverno.

A temporada se inicia em junho e vai até outubro, então, ainda dá tempo de aproveitar.

Viu quantas opções? Basta apenas escolher o melhor destino e aproveitar, clima ideal para dividir a dois!

Organizando a mala de viagem

Que roupa levar? O que usar? E como fazer a mala perfeita? Essas são as perguntas que muitos fazem na hora de organizar uma mala de viagem.

Para realizar uma viagem tanto nacional quanto internacional é necessário preparação- muita gente se apavora quando o assunto é mala, e por isso erram em querer levar o guarda roupa todo, situação que acaba excedendo o volume e peso obrigatório por pessoa. O problema esta quando não é usado nem metade das roupas, quando elas não combinam com outras peças ou que não condiz com o clima local.

Para que o problema não aconteça, é importante fazer uma mala prática, que atenda as necessidades da viagem sem exageros, afinal, tem que sobrar espaço para as comprinhas.

Dicas

dd3a6d297299555c4d0f2c7f7016816d

1- Para fazer e organizar a viagem o essencial é escolher a mala. Ela precisa ser compacta, segura e feita com um bom material, aliás, ela quem acomodará as suas roupas. Uma forma de segurança é optar por malas com cadeados, se ela for de uma cor básica como azul, marrom ou azul royal é preciso que seja identificada com uma fita, adesivos ou qualquer forma de identificação, pois na esteira todas parecem iguais.

2- Depois de escolhido é hora de verificar o clima local para que as peças de roupa possam ser escolhidas.

3- Após pesquisas o viajante deve montar a mala de acordo com o clima e a quantidade de dias que irá ficar no local. A regra é clara e básica: para uma viagem de trinta dias mais roupas devem ser levadas com relação a uma viagem de quinze dias.

4- Para montar a mala existem peças que não podem faltar, por isso é importante que as roupas estejam a vista para que elas não sejam esquecidas.

5- Escolha peças que combine com o seu estilo e principalmente que combine com as outras vestimentas. Escolha roupas pensando no dia e na noite, roupas do dia a dias e claro suas combinações com as partes de baixo.

6- Para os sapatos a ideia é a mesma: combinar sempre; de acordo com o estilo. Os sapatos devem ser confortáveis e sempre pensando no clima, com modelos e cores diferentes. Se o lugar é quente não se esqueça do chinelo, sandálias, sapatilhas e rasteirinhas. Em lugares quentes não pode faltar: tênis, bota e sapatos fechados.

7- Você já deve ter ouvido dizer que o menos é mais, por isso, não exagere- se no ambiente o clima é de inverno dependendo do tempo da viagem até três casacos já é essencial.

8- Os acessórios não ocupam tanto lugar, mas devem ser também decidido qual deverá ser levado já que existem peças em desuso e nem todas podem ser levadas. Acessórios que não podem faltar: cachecol, luvas, óculos, joias e, que tal um belo chapéu que se adequa a todo clima?

9- Um dos itens mais importantes e que jamais podem ser esquecidos, são os documentos. Cuidado para não esquece-los e correr o risco da viagem perfeita ser adiada, por isso, separe-os primeiro e não esqueça de checar na data se estão todos na bolsa.

10- Não esqueça também dos objetos para passar o tempo livre e aproveitar nas horas de lazer: celular, câmera, fone de ouvido, livros, e carregadores para os equipamentos.

11- Você deve levar uma bolsa. Ela poderá ser levada para todos os passeios, mas, para não errar ou exagerar, o viajante pode levar apenas uma bolsa, mas claro, que se adeque com diferentes roupas, uma cor neutra faz toda diferença.

12- Todo viajante deve levar consigo uma nécessaire. É nela que os queridinhos perfumes, maquiagens e produtinhos para o dia a dia devem estar. Para monta-la você pode abusar com diferentes batons e sombras.

 

Viajar requer preparo, para isso é importante que o turista separe um tempo para pensar no roteiro e no que levar. Uma dica para viagens internacionais é levar uma mala mais vazia ou duas malas, já que em viagens para o exterior pode ser levado duas malas de aproximadamente 33kg em cada (dependendo da companhia), dessa forma, terá espaço de sobra para guardar os novos produtos.

2420db2fdb24d29798c58e8eb64cc939

Aproveite, prepare a mala perfeita e boa viagem.

Cancún-Passeio paradisíaco

Cancún é uma cidade que fica localizado na costa do estado de Quintana Roo, no México e é dividida por belas águas caribenhas.

Cancún é também repleto de praias paradisíacas e cercado por floresta preservada. A cidade que se tornou o centro turístico é ainda uma das mais visitadas do mundo.

e3c83fb207aec934de2b2c2385664341

Para aproveitar melhor o clima quente e se livrar do frio de uma vez que faz na maioria dos estados brasileiros, o lugar é uma ótima opção já que a temperatura média do lugar é de 27 graus anual, com clima quente e chuvoso em todo o ano.

Viajar para Cancún exige planejamento e investimento, afinal, não é um passeio barato. A cidade é extremamente relaxante com diversas variedades no quesito lazer. Então, se você procura descansar e aproveitar a natureza Cancún representará muito bem no pedido.

A grande maioria dos visitantes aproveitam os dias conhecendo as lindas praias da região, com direito a mergulho e nadar com os golfinhos. A água de coloração azul possuí uma temperatura morna – um grande diferencial com relação as outras.

A noite, a vida noturna toma conta da cidade. São bares, pubs e baladas que agitam Cancún, a Las Vegas do México. A balada mais conhecida da região é a “Coco Bongo”, com espetáculos de acrobatas, shows e muita música animada.

08712b2e8f2e95f15ba54d726bd47f9b

A cidade também apresenta variedades em compras: com shoppings centers e lojas.  Por essa variedade a moeda aceita é pesos mexicanos, dólar americano e euro, mas se precisar trocar o dinheiro, basta procurar um caixa eletrônico ou uma casa de câmbio e realizar a troca. O importante lembrar é sempre do viajante levar mais opções para pagamentos, como cartões de crédito e/ou débito.

Cancún é um passeio para diferentes idades e gostos. Uma boa escolha para casais por seus magníficos roteiros a dois, e também para quem pensa em ir sozinho já que o lugar envolve muita badalação. Com relação ao Brasil seu crescimento foi favorável, pois maior tem sido o número de viagens para o local nos últimos anos, viajantes que buscam encontrar de tudo um pouco, e com certeza se divertir muito, relaxar e aproveitar cada grão de areia, principalmente com histórias locais do povo maia que deixa qualquer aventureiro fantasiado e curioso.

fd96122d8221daaf47721e609d1b4286

 

Campos do Jordão para curtir a dois

A semana dos namorados esta chegando, e você já preparou aquela super viagem para curtir a dois? Bom, nada melhor do que viajar com quem amamos. Pensando nisso, separamos uma das cidades mais românticas para curtir com seu amor.

Para os apaixonados de plantão que pretendem viajar e dar uma “escapadinha”, que tal conhecer a cidade mais europeia de São Paulo? Campos do Jordão.

Além de ser uma cidade charmosa por suas montanhas e cultura típica da região, a cidade atraí turista de todo o mundo.

Campos do Jordão

Campos do Jordão é uma cidade do interior de São Paulo – Na serra da Mantiqueira e é uma das mais altas cidades brasileiras. O lugar é ideal para quem está em busca de frio. Tem uma ótima gastronomia e paisagens deslumbrantes. A cidade é repleta de bares, restaurantes, chocolateiras, hotéis e albergues, isso tudo, com diferentes valores que se adaptar ao bolso do viajante.

Curtindo o final de semana

Um final de semana em Campos do Jordão é maravilhoso se tudo for planejado. É importante que os viajantes marquem tudo com antecedência, afinal, é um lugar muito concorrido e deixando para cima da hora é possível não encontrar mais hotéis disponíveis, principalmente entre os meses de junho e julho, na qual é a época mais concorridas por ser os meses mais frios do ano.

Viagem a dois

Campos do Jordão é uma cidade extremamente romântica, talvez pelo seu estilo e arquitetura inspirada na Suíça, ou simplesmente pela gastronomia com programação recheada.

Para a viagem a dois ser completa é essencial que o casal escolha um excelente restaurante (difícil será escolher qual o melhor), e não deixar de desfrutar do famoso foundue. O casal pode aproveitar para subir o morro do elefante de teleférico e apreciar a vista de toda a cidade e das montanhas.

Para aproveitar o final de semana com que ama não deixe o dia passar em branco e surpreenda com gestos e com uma programação completa.

Como chegar

Chegar ao local não é difícil, o turista tem 4 opções:

De carro:

Campos do Jordão tem o seu principal acesso pela Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro (SP-123), em continuação a Carvalho Pinto/Ayrton Senna. Quem vem de São Paulo segue um caminho sem desvios começando pela Marginal Tietê até o portal da cidade. Para quem vem do Rio, o acesso também é fácil, pois é possível acessar a mesma estrada pela rodovia Presidente Dutra, na altura do km 118. Há, ainda, opções vindas de Santo Antônio do Pinhal (SP-050) e do sul de Minas (MG-383).

De ônibus

Para quem vai sair de São Paulo, a Pássaro Marrom  oferece ônibus diretos do Terminal Tietê, com diferentes dias e horários. A empresa também tem linhas para Campos saindo de Campinas, São José dos Campos e de outras dez cidades paulistas.

De trem

Uma opção é o trem de viagem, um trem turístico em Pindamonhangaba, que atravessa a famosa estrada de ferro de Campos do Jordão. Essa opção é ótima para quem tem tempo para admirar as paisagens e as cidades turísticas na qual é realizada paradas como: Santo Antônio do Pinhal e Águas Claras

De avião

Para quem vem de outros estados a melhor opção é o aeroporto de São José dos Campos que fica a 80 km da cidade.

Quer conhecer mais sobre a cidade? Acesse:  www.camposdojordao.com.br

 

 

Página 1 de 3

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén

%d blogueiros gostam disto:
Aguarde...

ASSINE A NEWS

Digite seu endereço de e-mail e seja a primeira a saber quando tiver alguma novidade por aqui. ;)
PageLines